categoria : Cidade
Comente (0)Caronas EnviariCalCompartilhar

terça-feira, 11 de dezembro de 2018 - 19h

Seminário internacional gentrificação: medir,prevenir,enfrentar

Seminário Internacional "Gentrificação: medir, prevenir, enfrentar", Goethe Institut e FAU-USP, 11 a 13 de dezembro de 2018.

Programação completa no site:
http://outrosurbanismos.fau.usp.br/2243-2/

// Conceituação

De tempos em tempos alguma palavra fica na moda no debate sobre as cidades. Sem dúvida gentrificação é um desses termos. Não há debate sobre as cidades e suas áreas centrais em que ele não apareça de alguma forma. Justamente por isso devemos ter cuidado ao falar de gentrificação, principalmente para o caso brasileiro: o que queremos dizer quando falamos nisso? Em que medida ela ocorre atualmente? Sobretudo, em que termos a ideia de gentrificação nos ajuda (ou atrapalha) a entender o que está em jogo nas cidades brasileiras atualmente?

Tais questões se combinam com uma agenda multi e interdisciplinar da rede de pesquisadores(as) Propriedades em Transformação [http://propertiesintransformation.org/], cujo objetivo é combinar esforços teóricos e empíricos que busquem compreender como, por quais mecanismos e com quais conseqüências se dão as transformações das propriedades no Brasil. Em um contexto em que o país passa por um momento histórico e político em que as estruturas da propriedade se submetem cada vez mais a dinâmicas globais, tais como os processos de financeirização, compreender e reverter processos de gentrificação ganha extrema relevância.

Olhando para o caso das grandes cidades brasileiras na contemporaneidade, duas questões relevantes emergem: a necessidade de qualificar e quantificar a gentrificação, e o desafio de superar a simples enunciação do problema, e pensar em estratégias de ação destinadas a estancar, a prevenir ou a reverter tais processos.

Eixo temático 1 - sabemos que os processos de gentrificação incidem de formas específicas nas metrópoles do Sul global, mas é grande ainda o trabalho de traslado dos conceitos para o Sul. O trabalho está em curso, e fica clara a necessidade de adaptação dos conceitos.

Eixo temático 2 - é preciso ir além do uso do termo gentrificação como denúncia. Há décadas o processo foi identificado nas cidades do Norte pela literatura, e os estudos empíricos mostram que eles vêm se amplificando exponencialmente. Recentemente esses casos vêm despertando a atenção dos estudos acadêmicos , mas o debate ainda não é identificável no Brasil - este é justamente o segundo objetivo da realização do seminário. Em que medida as medidas destinadas a enfrentar a gentrificação estão funcionando? Como podemos aproveitar essas ideias? As propostas vêm sendo implementadas? Vêm tendo o impacto desejado? Como podem ser aperfeiçoadas?

Desafiando a ideia de que o futuro já está dado, e assumindo que ele está em disputa e depende da competência e capacidade de atores sociais públicos, institucionais e privados, o seminário busca contribuir para aumentar a capacidade social na prevenção, enfrentamento e reversão de processos de gentrificação.

Organizado por FICA e 3 outros

Your Comments

Para mais informações sobre o evento, por favor entre em contato com o/as organizadora/es. Informações e comentários adicionados:

Your Comments

Seja o primeiro a comentar